DESTAQUES

SINDIREGIS participa de ação voltada à empregabilidade das pessoas trans

O Sindicato dos Registradores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (SINDIREGIS) participou nesta terça-feira, dia 29, em Porto Alegre, de uma ação voltada à inserção de transexuais e transgêneros no mercado de trabalho. Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE) e a Coordenadoria da Diversidade Sexual, o evento encaminhou os participantes para vagas de emprego, promoveu palestras, efetuou inscrições para o Ensino de Jovens e Adultos e realizou encaminhamentos para a retificação de prenome e gênero no Registro Civil, além de segundas vias de certidões, gratuitamente.

Durante a ação, que ocorreu das 8h às 16h, no SINE Municipal, mais de 70 pessoas trans foram encaminhadas para processos seletivos e 25 receberam a orientação para a retificação de prenome e gênero e emissão de documentos. Conforme o presidente do SINDIREGIS, Carlos Fernando Reis, é a segunda vez que a entidade participa do evento, promovido no Dia Nacional da Visibilidade Trans. “A ação é de grande importância porque promove a inserção, no mercado de trabalho, de um público muitas vezes à margem da sociedade. O sindicato tem sido atuante nesse sentido, para cada vez mais promover cidadania”, diz.

Gabriele: ainda vivemos em uma sociedade extremamente transfóbica

Gabriele Casagrande (20) avalia que a dificuldade de ingresso no mercado de trabalho é muito mais difícil quando se é uma pessoa trans: “Esse dia é muito importante, pois ainda vivemos em uma sociedade extremamente transfóbica e preconceituosa.” Para Miguel Arthur Carniel (23), o dia mostra que todos são iguais, e possuem direitos e igualdades. “Se o mundo soubesse que amor e respeito valem muito mais que qualquer coisa, hoje ele seria diferente”, pontua.

Miguel avalia que data mostra igualdade entre todos

Natural de São Leopoldo, Victor Ellington (21) salienta a importância da oportunidade oferecida pelo Executivo junto aos parceiros. “Passamos por muitas dificuldades e preconceitos e espero muito encontrar um emprego. Já tive dificuldades para ser aprovado em trabalhos por ser trans. Para nós, tudo já é algo mil vezes mais difícil”, lamenta.

 

Victor destaca dificuldades enfrentadas pelas pessoas trans

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDIREGIS
Fotos: Janaína Nunes

FacebookTwitterGoogle+Pinterest