DESTAQUES

Casamento coletivo sela a união de 19 casais em Guaíba

Entre sorrisos e suspiros, 19 casais celebraram a união do matrimônio ontem, dia 27, no 2º Casamento Coletivo de Guaíba. Promovido pelo Foro do município e pelo Cartório Cavalar, o evento contou com o apoio do Sindicato dos Registradores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (SINDIREGIS) e foi realizado na Câmara de Vereadores, especialmente decorada para a ocasião.

Pouco depois das 17h, os casais entraram no salão embalados pelo som da Associação de Canto Coral de Guaíba (Ascorg). Em seguida, foram chamados à mesa, um a um, para a oficialização da união. Conforme o registrador Rogenio Cavalar, o momento é de grande emoção e realização. “Após o sucesso da primeira edição, tivemos a felicidade de continuar com o projeto e de contar, uma vez mais, com importantes parcerias, como a do SINDIREGIS. O casamento coletivo é um ganho social para o município”, pontua.

O casal Roberto Campos Rebelo (42) e Daniela Ramos Rebelo (32) ficou sabendo da ação em uma passagem pelo Registro Civil. A ideia era obter informações para a possibilidade de realização de um casamento, mas acabaram sabendo do evento coletivo, realizado de forma gratuita. “Só temos a agradecer, pois foi uma coisa que a gente nem esperava. Fomos até o cartório e surgiu essa possibilidade”, afirma Roberto, destacando que tudo foi “perfeito”.

Diretora do Foro, a juíza Fabiana Arenhart Lattuada destaca que o casamento coletivo representa a concretização de sonhos de pessoas que talvez não tivessem condições financeiras. “O que vimos foram momentos de muita emoção. Foi uma cerimônia muito bonita e todos ficaram muito à vontade”, diz. A diretora destaca ainda a parceria com o Cartório Cavalar: “Nós trabalhamos em colaboração com o Registro Civil de Guaíba. É um evento que aproxima o Judiciário da comunidade e também o cartório. Se for possível, com certeza ampliaremos e faremos novas edições, de repente anualmente.”

O evento

A casamento coletivo foi oferecido a famílias carentes, que comprovaram na inscrição impossibilidade de arcar com as despesas. Em 2019, foram oferecidas 20 vagas, mas um casal desistiu antes do ato. Além do SINDIREGIS, foram apoiadores o Ministério Público; Defensoria Pública; Câmara de Vereadores de Guaíba; Rotary Club Guaíba; ASCORG; os músicos Antônio Carlos Flores, Antônio Carlos Gomes e Orley Taege; e a cerimonialista Paula Varella.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDIREGIS
Fotos: Janaína Nunes/SINDIREGIS

FacebookTwitterGoogle+Pinterest